terça-feira, 10 de abril de 2018

Itens Raros: Trevas

Lançado em meados da década de 90, quando o RPG no Brasil iniciou um boom de títulos e boa parte dos livros tinha um preço não muito acessível, TREVAS tinha o atrativo de ser um RPG completo por apenas R$5,00.
O Advanced Dungeons & Dragons (AD&D) da Editora Abril, com seus três livros e mais outros suplementos, era o mais caro na época de se adquirir, seguido pela edição nacional de GURPS e a caixa do Dungeons & Dragons da Grow.
Mesmo na safra de RPGs nacionais lançados na época, ainda assim não haviam muitos títulos com um preço mais acessível para o RPGista mais simples, fato que quase “elitizava” o hobbie.
Até que a revista Dragão Brasil lançou uma edição especial com o nome “Trevas”.
À primeira vista parecia uma edição sobre cenários de horror, mas ao adquirir a revista o leitor RPGista tinha a grata surpresa de ter adquirido um RPG completo, com o suficiente para conduzir aventuras com temática sobrenatural/horror nos tempos modernos, isso ao custo de meros R$5,00!
Regido pelo “Sistema Daemon de RPG”, com testes baseados em porcentagens tanto nas perícias quanto nos atributos, era um RPG de fácil compreensão.
Desenvolvido pelo escritor Marcelo Del Debbio, na época com 22 anos, o tom sombrio do cenário teve base em seu conhecimento em sociedades secretas, ocultismo e mitologia. Neste RPG, o jogador é convidado (ou arrastado) a fazer parte dos mortais que sabem a verdade. Neste cenário, os jogadores tinham de “decifrar os enigmas, encontrar as saídas, combater as trevas… ou ser engolido por elas”.
Regras e apresentação de cenário mais que suficientes para começar a jogar.
Trazia a novidade de, em suas regras de criação de personagens, utilizar cartas de baralho para definir os atributos e algumas características do personagem (era opcional utilizar pontos para isso), assim podia-se ter um personagem com atributos muito acima da média, ou o inverso disso dependendo da sorte do jogador nas cartas, mas tal “desequilíbrio” nas mãos de um Mestre ou Jogador habilidoso podia render ótimas histórias.
Esta primeira edição era muito bem ilustrada por desenhistas nacionais: Alex Sunder, Cristiano Rodrigo, Eron Reigotta e Greg Tocchini (este em início de carreira e na época assinando como Evandro Gregório), davam o visual sombrio para a revista.

Ilustrações de: Alex Sunder, Evandro Gregorio, Eron Reigotta e Cristiano Rodrigo.Traços nacionais em alta.

Tanto o cenário quanto as regras eram compatíveis com os RPGs Arkanum (1995) e Invasão (1996) da extinta Trama Editorial.
Ainda hoje é um bom RPG para quem está iniciando suas aventuras no mundo da imaginação e, por ser basicamente um RPG de horror, necessita de poucos jogadores (o mestre e mais dois jogadores são suficientes) para fazer boas aventuras de horror, ação, intrigas…

E eis que trago a vocês essa grande obra...

Trevas

Baixe aqui.


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Os Três Livros Básicos de D&D 5.0 em Português pra Download



Parece que não veremos, ao menos tão cedo, a nova versão do RPG mais famoso do mundo em nossa língua..

É, parace que as notícias não são muito boas no meio rpgístico. O famoso D&D Next (a 5ª edição do rpg mais conhecido do mundo), somente terá versões em inglês.

A Hobby Japan, editora que têm os direitos de publicação das versões traduzidas do D&D, publicou a seguinte nota:

Muito obrigado pelo seu apoio contínuo ao Dungeons & Dragons (D&D).

Desde janeiro de 2013, nós estamos tentando participando de atividades promocionais, primariamente através do “Table Game Channel”, assumindo que faríamos a transição do D&D 4ª Edição para D&D Next. Porém, Wizards of the Coast, que publica D&D, decidiu vender somente versões em inglês de D&D Next e não abrir uma licença para traduções. Isso se aplica não somente para o Japão, mas para todas as regiões não-falantes de inglês.
Como resultado, nós não podemos lançar uma versão japonesa do D&D Next.
Nós nos desculpamos profundamente por não podermos atingir as expectativas de quem esteva esperando uma versão japonesa do D&D Next.

Como uma companhia, nós vamos esperar uma oportunidade de fazer a tradução, levando a conta que a Wizards of the Coast poder mudar sua política, mas nós devemos anunciar que por enquanto não existem planos para publicar versões japonesas de produtos do D&D Next.

Do fundo dos nossos corações, nós agradecemos quem tem apoiado as versões japonesas de D&D ao longo dos 10 anos desde o lançamento do D&D 3ª Edição japonês.


Por isso almas caridosas resolveram arregaçar as mangas e fazer o trabalho que trago a vocês agora!
Divirtam-se!!! 


Baixe aqui.


Baixe aqui.


Baixe aqui.






quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Regras Básicas de D&D 5ª Edição em português


A equipe de tradução do grupo de D&D Next da REDERPG no Facebook disponibilizou a versão mais atualizada das Regras Básicas de D&D 5ª Edição traduzidas. Logo na página 1 é possível notar que essa versão está “mais comprida” do que a versão original do livro: o último número se refere à versão de correções e revisões que possam ter ocorrido. Sendo assim, este download agora se refere à versão 0.3.3, sendo que o último “.3” é a nossa versão brasileira. E é desta maneira que vocês saberão se estão com a revisão mais recente em mãos.



Download


Equipe responsável pela atualização, revisão e diagramação: Aquiles Fraga, F.A, Jeferson Lucas Zanin e Luiz Agostinho

Equipe responsável pela tradução: Aquiles Fraga, Apollo Crachas, Daniel Oliveira, F.A, Jeferson Lucas Zanin, Luiz Agostinho e Walter Mello Filho.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Itens Raros: Monstros RPG

Monstros é um RPG satírico, bem aos moldes de MMAD, onde você não joga com aqueles heróis babacas, playboyzinhos, almofadinhas, mas sim com os monstros, sujos, brutos, boca-sujas, asquerosos. Como o MMAD, o Monstros também é um RPG machista, onde você joga com monstros (99,9% masculinos) e as fêmeas são as gostosonas, grande recompensas para os monstros mais fodas!! Basta ver a capa e a contracapa. Mas como eu já comentei, é um RPG satírico de época, a parada aqui não é levar a sério, é se divertir.

Monstros é um RPG nacional, lançado em 1995, na época dos grandes lançamentos de RPG no Brasil. Foi lançado pela editora Nova Vecchi (uma nova editora batizada em homenagem a antiga editora Vecchi, que teve entre suas publicações Mad, Tex, Spektro, Chacal e etc.) com o intuito de lançar RPG’s nacionais. Só conheço este lançamento deles e nem consegui achar na net registro de outros lançamentos, a não ser a expansão Rapa Kui para Monstros, uma aventura com um escudo para mestres.Ele é um RPG simples de 56 páginas, com uma regra bem definida e voltada para a pancadaria (são monstros né). As descrições das regras são bem feitas e sempre com exemplos e descrições engraçadas das situações. O livro também vem com várias descrições de ambientes e ganchos para as aventuras com monstros mais diversas, desde o clássico fantasia medieval, passando por cyberpunk, jornada nas estrelas, apocalíptico e até super-heróis. Um jogo muito engraçado e divertido.

Regras

Vamos lá, em Monstros RPG os jogadores criam e personificam monstros! Isso mesmo, os personagens são ogros, gigantes, gárgulas, pé-grande, dinossauro, e etc. É só lembrar de filmes como Shirek, Monstros S.A. e Aonde Vivem os Monstros, esse último é demais pelas “brincadeirinhas” dos monstros!!! Ah, mas mestre, eu quero jogar de ser humano, posso? Resposta do livro: “Pode. Afinal, é sempre bom ter um personagem humano no grupo para poder humilhar, sacanear, menosprezar, ridicularizar e, por fim, matar.”Os personagens são criados pela distribuição de pontos. Um monstro começa com 40 pontos para distribuir entre 8 atributos e 20 pontos para Vantagens, Desvantagens e Habilidades.Os oito atributos são: Força (músculos para porrar), Resistência (separa monstros dos florzinhas), Agilidade (Para não atolar, aliás, fugir sempre é uma estratégia), Grossura (Grosso, burro e mal educado. Assim consigo tudo), Tamanho (Tem que impressionar), Percepção (Imbecil sim, não cego), Mágica (Por incrível que pareça) e Miolos (Muito caro e de pouca utilidade no dia-a-dia). O personagem começa com 40 pontos para distribuir 1:1, tendo os limites de 1 à 9 (média de um humano mané é 2 e de um monstro é 5). A única exceção é o atributo Miolos, que custa 3:1.




Para adquirir Vantagens e Habilidades são gastos 20 pontos, enquanto as Desvantagens concedem mais pontos. As Vantagens e Desvantagens possuem geralmente 3 níveis (com custos diferenciados) e as Habilidades podem ter até 9. Existe uma lista imensa de vantagens, desvantagens e habilidades, para todos os gostos e monstruosidades, como Bafo, Fedor de Gambá, Louco Furioso, Tromba, Lerdeza e etc.Os seres humanos são criados com 18 para atributos e 42 para vantagens, desvantagens e habilidades. O limite dos atributos é 3 (4 se ele for “o cara”), com exceção dos Miolos, que vai a 9, e não tem o custo triplicado. As vantagens e desvantagens devem ser permitidas pelo mestre.O sistema é baseado em testes contra dificuldades, assim a base dos testes são: 1d10 + Atributo + Habilidade + Bônus/Penalidade. Se o valor do teste exceder a Dificuldade, sucesso. O combate funciona do mesmo modo, sendo a dificuldade a defesa do alvo. A diferença está na forma de defesa usada pelo oponente, que pode ser Desvio (Defesa sem perder ação), Escapulir (uma esquiva, perde ação) e Defesa com Arma/Escudo (perde ação).Cada vez que um golpe acerta o alvo, este perde pontos de vida. Clássico. O dano porem é determinado pelo nível de ferimento do monstro, que é baseado no Tamanho (1-3=0, 4-6=1 e 7-9=3) e na Força (1:1) do personagem. Assim, um monstro com TAM 4 e Força 3 terá nível de Ferimento 4. Este nível de ferimento determinará que dado será usado no dano (baseado em uma tabela), que no exemplo seria 1d10 de dano. Luta com armas, o dano também segue esta tabela, porém, com o bônus da arma. As armaduras e vantagens pode ter Resistência, que reduz o dado de dano. Este foi a forma que o sistema criou para representar o dano de criaturas diferentes. Não é tão difícil quando se tem tudo anotado na ficha. Os pontos de Vida do personagens são divididos em 5 níveis: Arranhado, Ferido, Bastante Ferido, Espancado e Detonado; cada um com uma penalidade.A regra de magia segue o funcionamento dos testes. As magias são livres, o mestre determinando a dificuldade. A maioria das vezes são magias de alteração de corpo, mas também tem poções, rituais, raios e ilusões.Depois das regras vem um capítulo de evolução de personagens, de criação de ambientações diversas (que já comentei), as descrições das Vantagens, Desvantagens e Habilidades e descrição de inimigos.





sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Godless HQ Nacional Baseada no Mundo de Arkanun/Trevas


Em um mundo pós-apocalíptico que, após o caos, erigiu-se uma nova ordem que unia governo e religião. No entanto, distantes de qualquer anseio altruístico, estes novos líderes desejavam o controle absoluto de mentes e almas em proveito próprio. Estabelecendo uma ditadura administrativa, militar e filosófica distorceram e remodelaram a influência dos conceitos religiosos de acordo a seus interesses para retirar das pessoas o pensamento crítico e o livre arbítrio. Esta elite passa a se autodenominar os Doutrinantes. Diante dessas circunstâncias dois outros grupos se formam e se rebelam: os Tecnocratas que lutavam pelo renascimento da lógica, da Ciência e tecnologia e os Renegados que lutavam para que não morressem as expressões culturais, artísticas e filosóficas geradas pelo livre pensamento materializadas na literatura, música, arte e outros. A luta entre essas facções é o pano de fundo da história que revela a existência de um anjo chamado Mitzrael e um demônio de nome Acheron. Ora, a existência de tais seres coloca as ações em outro patamar obrigando as facções a tentar compreender como devem se utilizar ou não destes seres e do que eles representam. Qual é a verdade e a mentira relativa a toda história que conhecem? O que deve ser feito?

Download

Download

Download

Download

terça-feira, 29 de novembro de 2016

RPGQuest - Mitos de Cthulhu

Salve amigos,
Não é segredo pra ninguém que sou um grande admirador das obras de H.P. Lovecraft e no momento estou jogando muito RPGQuest. Então por que não unir os dois?
RPGQuest - Mitos de Cthulhu é um suplemento para RPGQuest - Horror que pretende trazer os Mitos de Cthulhu para o sistema de regras do RPGQuest, podendo ser utilizado em qualquer livro da linha RPGQuest da Daemon Editora.
Neste livro você encontrará:
Uma introdução na cosmologia dos Mitos de Cthulhu,
A descrição das principais raças e deuses,
Regras para os livros arcanos esquecidos no tempo e a descrição deles.

Você está pronto para conhecer o verdadeiro horror?

Baixar aqui.